segunda-feira, setembro 27, 2010

HORA DA VERDADE









E chegamos na semana das eleições.

Como em 2002 e em 2006,uma avalanche de informações caem nos nossos colos. Algumas com credibilidade,outras nem tanto e algumas certamente mentirosas.

Como filtrar isto?
Como conseguir raciocinar com um pouco de lucidez e tentar fazer o melhor?

Sabem voces que nunca fui petista,mas já votei em Marta,em Suplicy...O suficiente pra me decepcionar e decidir NUNCA MAIS votar em ninguém desta legenda.

Sabem também que NUNCA votei no nefasto FHC,mas já votei no Serra,no Covas,no Alckmin... E não me arrependo.

Claro que erros acontecem em qualquer partido,em qualquer governo. Mas existe diferença brutal entre voce errar por incompetência ou por má fé.

E colocando os achômetros de lado,o que vimos nestes quase oito anos de governo LULA foi a melhora da economia,da qualidade de vida de muita gente necessitada,mais empregos,comércio e indústria à todo vapor,e uma crise mundial que passou,de verdade,como uma "marolinha" por aqui.

E não me venham dizer,as "viúvas do FHC", que o mérito foi dele ter feito os alicerces da economia e que o Pinócchio manteve. Primeiro que tudo começou no governo Itamar Franco. E segundo que o atual presidente mudou muita coisa acertadamente. Por mais que os banqueiros tenham ganho muito dinheiro neste governo ( e no anterior também ),muitas decisões econômicas foram tomadas em benefício do povo.
E isto faz muita diferença.

Poxa,mas voce passou oito anos metendo o pau no Lula e agora o defende?

Defendo-o naquilo que fez certo,de correto.
Mas JAMAIS votaria nele,ou em qualquer candidato indicado por ele,simplesmente pelas atitudes que teve em outros assuntos que não os econômicos.

Afinal , nosso país é muito grande,muito forte,pra ser tratado como quintal de sua casa,achando que,como presidente pode fazer tudo que quiser,mentir como quiser e que TODO MUNDO vai se calar,simplesmente porque tem mais comida ou mais dinheiro dentro de casa.

Muita gente está satisfeita com isto.

EU NÃO !

Sou dos que acha que honestidade ,ética e caráter são valores inquestionáveis  no homem público.
E isto,decididamente,não faz parte do DNA de qualquer membro deste governo.

Há uma lista enorme circulando pelos emails, detalhando todos os escândalos desde os presidentes militares. E os do atual governo beiram à incredulidade.

E não me venham dizer,os avestruzes de plantão,que só apareceram porque a Polícia Federal teve "carta branca" pra agir.
Apareceram porque a imprensa DENUNCIOU. Aí não teve jeito. O protocolo tem que ser seguido.
Mas deram em quê?
Alguém foi denunciado? Preso?
Só o indefectível José Dirceu foi cassado.E ficou por isto mesmo. E ,ainda assim,o que o cara anda ganhando,"trabalhando" por fora do governo,acabou sendo uma benção pra ele.

É o mensalão que se espalhou por todo o país. Afinal,o mau exemplo vem sempre de cima.

O último ,da Casa Civil ,mostrou,de novo,ou o consentimento ,ou a ignorância do presidente da República.
Afinal,como que todo aquele esquema de corrupção do governo pode passar desapercebido no gabinete ao lado da Presidência da República?

Pois é!

Mas isto os avestruzes não respondem.

Aliás,quando a gente fala no risco de se perpetuarem no poder,de serem amigos de ditadores assassinos e inescrupulosos ( Chávez,Fidel,Ahmadinejad,Evo Morales,etc ),eles citam:

"Ah,mas ditadura é o PSDB estar a 20 anos em São Paulo"

Ditadura?

Os caras ganharam TODAS as eleições no estado. Algumas até no primeiro turno.
Onde está a ditadura? Alguém te impediu de votar em quem voce quisesse?

Eu não sou tucano e  não tenho receio de revelar que,como muitos,só votamos nos governadores que passaram,porque não tinha outro,e era a alternativa real de impedir vitórias da quadrilha petista aqui no estado.

AQUI NÃO,GAVIÃO !!!

E felizmente,se Deus quiser,esta "ditadura" vai continuar por aqui. Corrigindo onde errou,e melhorando o que está bom.

E pode ter certeza que,caso o pior aconteça,ninguém aqui vai ficar montando dossiê,ou devassando a vida de quem quer que seja,como costuma fazer a quadrilha.

Quero aproveitar a oportunidade pra agradecer a visita ,e o comentário,do tal THIAGO que escreveu no post anterior. Pra variar,voces se escondem no anonimato ,escrevem o que quiserem e saem como ratos. Eu não apaguei seu comentário. Está lá,VIVO,pra eu nunca me esquecer do tipo de gente que defende toda esta podridão. E como agem.
Na surdina,escondidos,anônimos,... como convém a todo bandido.

Desculpem-me pelo desabafo,amigos,mas eu não me sentiria aliviado sem desabafar por aqui.


Muito oportunamente,aliás,reproduzo abaixo o que passou na BAND sobre os reais propósitos do nosso presidente.





Ainda falando em imprensa,pela primeira vez na minha vida,vi um jornal,do nível do ESTADÃO ,se posicionar CLARAMENTE a favor de um candidato.
No último domingo:


A acusação do presidente da República de que a Imprensa "se comporta como um partido político" é obviamente extensiva a este jornal. Lula, que tem o mau hábito de perder a compostura quando é contrariado, tem também todo o direito de não estar gostando da cobertura que o Estado, como quase todos os órgãos de imprensa, tem dado à escandalosa deterioração moral do governo que preside. E muito menos lhe serão agradáveis as opiniões sobre esse assunto diariamente manifestadas nesta página editorial. Mas ele está enganado. Há uma enorme diferença entre "se comportar como um partido político" e tomar partido numa disputa eleitoral em que estão em jogo valores essenciais ao aprimoramento se não à própria sobrevivência da democracia neste país.




Com todo o peso da responsabilidade à qual nunca se subtraiu em 135 anos de lutas, o Estado apoia a candidatura de José Serra à Presidência da República, e não apenas pelos méritos do candidato, por seu currículo exemplar de homem público e pelo que ele pode representar para a recondução do País ao desenvolvimento econômico e social pautado por valores éticos. O apoio deve-se também à convicção de que o candidato Serra é o que tem melhor possibilidade de evitar um grande mal para o País.



Efetivamente, não bastasse o embuste do "nunca antes", agora o dono do PT passou a investir pesado na empulhação de que a Imprensa denuncia a corrupção que degrada seu governo por motivos partidários. O presidente Lula tem, como se vê, outro mau hábito: julgar os outros por si. Quem age em função de interesse partidário é quem se transformou de presidente de todos os brasileiros em chefe de uma facção que tanto mais sectária se torna quanto mais se apaixona pelo poder. É quem é o responsável pela invenção de uma candidata para representá-lo no pleito presidencial e, se eleita, segurar o lugar do chefão e garantir o bem-estar da companheirada. É sobre essa perspectiva tão grave e ameaçadora que os eleitores precisam refletir. O que estará em jogo, no dia 3 de outubro, não é apenas a continuidade de um projeto de crescimento econômico com a distribuição de dividendos sociais. Isso todos os candidatos prometem e têm condições de fazer. O que o eleitor decidirá de mais importante é se deixará a máquina do Estado nas mãos de quem trata o governo e o seu partido como se fossem uma coisa só, submetendo o interesse coletivo aos interesses de sua facção.



Não precisava ser assim. Luiz Inácio Lula da Silva está chegando ao final de seus dois mandatos com níveis de popularidade sem precedentes, alavancados por realizações das quais ele e todos os brasileiros podem se orgulhar, tanto no prosseguimento e aceleração da ingente tarefa - iniciada nos governos de Itamar Franco e Fernando Henrique - de promover o desenvolvimento econômico quanto na ampliação dos programas que têm permitido a incorporação de milhões de brasileiros a condições materiais de vida minimamente compatíveis com as exigências da dignidade humana. Sob esses aspectos o Brasil evoluiu e é hoje, sem sombra de dúvida, um país melhor. Mas essa é uma obra incompleta. Pior, uma construção que se desenvolveu paralelamente a tentativas quase sempre bem-sucedidas de desconstrução de um edifício institucional democrático historicamente frágil no Brasil, mas indispensável para a consolidação, em qualquer parte, de qualquer processo de desenvolvimento de que o homem seja sujeito e não mero objeto.



Se a política é a arte de aliar meios a fins, Lula e seu entorno primam pela escolha dos piores meios para atingir seu fim precípuo: manter-se no poder. Para isso vale tudo: alianças espúrias, corrupção dos agentes políticos, tráfico de influência, mistificação e, inclusive, o solapamento das instituições sobre as quais repousa a democracia - a começar pelo Congresso. E o que dizer da postura nada edificante de um chefe de Estado que despreza a liturgia que sua investidura exige e se entrega descontroladamente ao desmando e à autoglorificação? Este é o "cara". Esta é a mentalidade que hipnotiza os brasileiros. Este é o grande mau exemplo que permite a qualquer um se perguntar: "Se ele pode ignorar as instituições e atropelar as leis, por que não eu?" Este é o mal a evitar.



Texto publicado na seção "Notas e Informações" da edição de 26/09/2010




Preciso dizer mais?



PAZ & BEM !!!




9 comentários:

Alexander Zimmer disse...

Olha, na boa? Ainda to mto em dúvida e continuo fazendo campanha para o Voto Nulo.
Não consigo acreditar que quem está aí, vá fazer alguma diferença. A História prova em contrário.
Só devo votar para governador aqui no Rio, que será o Gabeira. Já o resto...

Daniel Savio disse...

Olha, realmente concordo que o Serra disse no debate, "de que o Brasil é construido com o governo anteriores", pois o que eles vendem é que estava fazendo o melhor para o povo brasileiro e não exatamente para um filão da população...

Fique com Deus, menino Do.
Um abraço.

Marcilio disse...

se vamos entra em uma ditadura com o lula na presidencia isso eu ñ sei , ñ posso falar muito sobre outros presidente pq so tive conhecimento sobre politica no governo lula q foi dos meus 10 anos de idade ate agora, do resto eu so conheço por estorias, mas ele como todos tem seus defeitos, um defeito do lula na minha opnião foi cria o bolça familia, ao enves de criar projetos de educação e informação pras pessoas de baixa renda em um valor de cada filho q as pessoas tem, isso ñ melhora nada no desenvolvimento do país, pode ter empregos mas ñ tem pessoas capacitadas para oculpa o cargo, então tem q ter alguem q relmente cria projetos de em ensinos de qualidade e melhoria dos salarios pra q as pessoas tenha emprego fixo e q possa se alto sustentar e comtribuir com o país, e ter informações claras sobre o q esta acontecento em brasilia, e sobre cada politico, e ensina a população a ser pratriota, e construir um pais melhor e um pais nosso, ñ um país vendido e q dão valor a outros.

Tathiana disse...

Nosso país é um circo. E nó somos os palhaços.
Bjs.

WAGNER disse...

Muito bom o blog e parabenizo o amigo pela coragem de não se intimidar diante da corja canalha. Bom saber que ainda existe gente honesta,que pensa e fala as verdades diante destes canalhas que tomaram nosso país.
Há espernaça ainda.
abç

Lulu disse...

Do, o que falta para o povo é interesse em política e eles sofrem de amnésia ao esquecer do q os politicos aprontam e acabam cometendo o mesmo erro votando nos corruptos.
Big Beijos

Carol disse...

nossa Do, tava empolgado... eu tô com medo de domingo

Magui disse...

Seu texto está primoroso. Bem escrito, bem articulado.O Brasil é muito grande e os interesses de cada estado são diferentes.Eu sou mineira mas moro há décadas no ES.Aprendi a votar pelos interesses deste estado pequeno e esquecido.Em Minas , talvez, votasse diferente . Lula pode ser o que for a nivel nacional mas foi o único presidente da república da história deste país que deu atenção aos direitos do ES.Antes dele , governadores corriam , literalmente, atrás dos presidentes, todos brigados com estes.Sonegavam verbas constitucionais, humilhavam os capixabas, negavam aspirações óbvias para privilegiar interesses de outros estados mais ricos.A diferença foi enorme, absurda.As obras de saneamento de Guarapari são do PAC , só para dar um exemplo e estão ocorrendo no estado todo.Uma reivindicação antiga e jamais atendida.Já votei no Serra mas não voto mais.Dessa vez quero votar em mim.Sim , Dilma sou eu que deu certo ou eu sou Dilma que não deu certo.Não acredito que alguma espécie de ditadura seja implantada no Brasil.Não há possibilidade.Brasil não é Venezuela, nem no tamanho, nem no povo e nem nas aspirações. Nada a ver com a Bolívia um país com 70% da população indígena e com lutas diversas das nossas.Olho pra frente e acredito que o Brasil tem um grande futuro por seu povo e não pelos governantes.Desculpe, escrevi demais!

FER disse...

Dozinho lindo,qto tempo. Saudades de vc,viu.
Olha,não fique perdendo tempo,nem saude com esta gente. Eles passam.Tudo passa.Não há mal que sempre dure,viu.

Beijinhos estalados.

Related Posts with Thumbnails