terça-feira, dezembro 07, 2010

TODO CUIDADO É POUCO






Confesso que tenho ficado muito preocupado com a onda de violencia a homosexuais na região da avenida Paulista. Não que eu frequente a região ,ou me exponha a este ponto.
Mas a gente não pode apenas ficar olhando pro próprio umbigo.

A intolerância e o preconceito estão nas ruas e em ebolição. Dá a impressão que tais pessoas chegaram aos seus limites e estão reagindo,colocando pra fora todo seu ódio e suas aversões.

Por mais que a mídia e a sociedade ,de uma maneira geral ,estejam divulgando a paz e a convivência harmoniosa com as minorias, alguns sentem-se "invadidos".

Isto só reforça minha posição ,de que ninguém precisa sair pelas ruas demonstrando sua sexualidade,ou afetividade ,pra todos verem. Acho que existe uma tênue linha entre a liberdade de um gay beijar outro durante o dia,e o direito dos heteros de não assistirem a isto.

Não estou aqui querendo bancar o careta,ou preconceituoso com meus próprios amigos.Mas percebo bem a hipocrisia que tráz uma parada gay. Como que a sociedade dissesse: tudo bem,voces têm direitos,mas não abusem.

Enfim,meu receio é que esta onda de violência vire uma bola de neve,e que a sociedade passe a questionar muitas de nossas conquistas.Como que culpando o agredido,ao invés do agressor.

Vários pastores evangélicos já estão turbinando seus fiéis contra estes avanços gays.

Há limites!!







PAZ & BEM !!!

10 comentários:

FER disse...

Dozinho lindo,a policia tem que atuar como tem atuado.Nada justifica a violencia. Nada.No caso dos rapazes desta foto que vc colocou,dá pra ver muito bem que nada aconteceu pra ter uma atitude como aquela. Isto é coisa de psicopata,de gente que não tem nada dentro da cabeça.
Beijinhos estalados.

Felipe Rodrigues disse...

Então tio, lá vai minha opinião...
eu não concordo com você pela palavra e pelo modo como você colocou sua opinião, acho que o lance não é querer demonstrar, e simplesmente demonstrar, o problema também no seu exemplo é o seguinte, os heteros não são obrigados a ver tal cena (2 homens se beijando), agora se todos os heteros ou pessoas que pensam como você imaginassem se fosse ao contrario, ou seja, ser hetero que fosse o "diferente" ou o "errado", com certeza tolerar esse tipo de coisa é uma coisa, mas agora respeitar é outra, é o que qualquer pessoa no minimo deveria fazer, e isso relacionado a qualquer coisa, imagine você também que a cada vez que alguém arrotasse ou peidasse em publico apanhasse, pq as pessoas não gostam de ver o que seria no caso também errado, esse errado ditado por alguém ou algum regra? Esse exemplo se você analisar não é banal ou incoerente, tudo depende do seu ponto de vista ao analisar determinada situação, você poderia ser um gay apaixonado por um rapaz, mas nesse ex seria completamente apaixonado, quando estamos assim fazemos coisas que não são forçadas ou feitas por ex para aparecer ou causar determinada situação, você simplesmente faz porque é natural, você sente necessidade e faz espontaneamente, e acredito que quando se trata de CASAIS mesmo é assim que funciona, claro que lembrando, existem sim pessoas que so fazem esse tipo de coisa para causar, mas pelo que acompanhei desse seu assunto em questão do seu post, em nenhum dos casos foi assim, por banalidade ou excesso de expressão que as pessoas apanharam e poderiam ter ate morrido, domingo passado mesmo, tivemos outro ataque como você mesmo sabe, e o agredido mesmo disse e está comprovado nas imagens da camera da avenida mais uma vez como foi também no primeiro caso, no primeiro caso o homossexual estava caminhando com um postura de homossexual e com duas amigas também homossexuais, claro que a gang se ligou e por isso agrediu e sem ao menos o rapaz ter nem olhado para algum deles, ou seja, o cara levou uma lampadada na cabeça simplesmente por ser do jeito que ele é naturalmente possivelmente, o segundo caso era um casal que simplesmente estava de mãos dadas, assim como qualquer outro casal tem esse direito! Quero deixar claro aqui que não sou a favor de excesso de expressão a ponto de tornar uma cena pesada realmente para outras pessoas verem, até mesmo se fossem gays, as vezes eu mesmo ja vi cenas em boites ou ate mesmo na rua que nem eu sendo gay acho uma postura bacana de se ter, mas com certeza nada justifica uma agressão como essas que vem acontecendo com tanta naturalidade numa avenida como a Paulista! É isso! bjus do sobrinho

Alexander Zimmer disse...

Veja o filme A Onda... É bem sobre essas coisas. Vale mto a pena.
Abs. Do.

Silvana disse...

Meu anjo,violencia não é admissível nunca.O que tem havido é falta de educação,de tolerância e do que fazer.
Bjo

Magui disse...

Em uma sociedade onde há imposição pela suposta maioria , o melhor é deixar as barbas de molho.No caso da foto foi mais do que agredir um gay porque já está provado que houveram outras agressões pelos mesmos caras.Eu acho que nem mesmo os heteros tem direitos de ficar impondo seus desejos.A discrição é sempre boa e vale como respeito aos circunstantes e segurança contra os malucos.

Lulu on the Sky® disse...

Povo diz que não tem preconceito, mas claro q existe o preconceito contra gays, judeus, negros.
Big Beijos

Edu disse...

A Lei da Selva é clara: se você demonstrar medo, terá que ser submisso a tudo. Portanto, é hora de revidar. Se não com violência, com leis, voto, carinho em público mesmo.

Carol disse...

tenho muito medo desses grupos que querem impor suas ideias através da agressão... um dia são os homosexuais, outro dia são pessoas de uma outra religião, outro time... parece que estamos regredindo em vez de evoluir. Concordo com vc que demonstrações públicas de carinho tem limites, tanto dos heteros quanto dos homosexuais, acho inapropriado um casal (qq que seja esse casal) se "comendo" em lugares públicos. Mas não creio que um beijo, um abraço ou um passeio de mãos dadas seja motivo que choque para ninguem. As pessoas que estão muito intolerantes mesmo

Leandro ‼ disse...

Assisti no dia que passou ressa reportagem,e sabe,fiquei me perguntando: "como esse cara descobriu que uma pessoa andando na rua é homossexual?" Porque no video aparece um psicopata batendo em um simples civil. Será que o fato de ter visto algum casal se beijando na rua ou de ter algum amigo gay fez ele advinhar que tal pessoa na rua é homossexual? Isso só prova que o preconceito ainda existe hoje em dia,e nao é so contra os Gays,negros,judeus,todos sofrem esse preconceito. Enfim,o que quero dizer é que o preconceito no qual os homossexuais vem sofrendo é algo totalmente passado e que deve ser revisto,ninguem é perfeito,e por escolher algo diferente uma pessoa deve apanhar?rsrs,sinceramente não entendo.

Daniel Savio disse...

Cara, infleizmente, enquanto houver diferenças entre as pessoas (só não as sexuais e de supostamente raça) acontecerá estas guerras...

Fique com Deus, menino Do.
Um abraço.

Related Posts with Thumbnails